facebook
linkdin
instagram
twitter

Fitoterapia

Fitoterapia

A utilização de plantas medicinais para reforçar funções orgânicas debilitadas, aliviar os sintomas e estimular o poder curativo do corpo é talvez a mais antiga forma de medicina.

Para a fitoterapia, o equilíbrio natural dos remédios à base de plantas é um meio mais eficaz de lutar contra a doença do que os medicamentos sintetizados, de ingrediente único, usados pela medicina convencional.

Os fitoterapeutas acreditam que a utilização de plantas inteiras, que contêm uma enorme variedade de compostos, é a maneira ideal de ajudar a fortalecer os poderes curativos do próprio organismo e a restaurar os seus possíveis desequilíbrios.

Embora certa planta possa ser escolhida principalmente pela acção de determinado ingrediente, os outros compostos que formam a planta – ou diversas plantas, no caso de um remédio combinado – podem limitar ou realçar a acção principal, prevenir efeitos colaterais ou actuar de uma forma geralmente nutritiva.

Alguns produtos vegetais contêm vários compostos activos extraídos de toda a planta.
Outros contêm apenas um ou dois compostos que foram isolados.
Um extracto normalizado contém quantidades conhecidas de um ou mais compostos activos.